sábado, 31 de janeiro de 2009

fulham vs portsmouth

video


acabados de sair no metro em putney bridge não precisámos de indicação alguma para o estádio do craven cottage, onde joga o fulham, a equipa profissional mais antiga de londres (1879). a massa associativa formava uma procissão organizada e barulhenta.
um estádio incrívelmente pequeno (o do belenenses tem lotação de 32.500, este tem de 25.000!) perfeitamente inserido na paisagem, cheio até ao bordo e com o tamisa como paisagem! uma ambiência muito muito contagiante (quase tanto como o frio, que me contagiou até à estrutura óssea) que proporcionou uma tarde diferente.
nas fotos, peter crouch, james (que deu três valentes frangos) e a maravilhosa zona vip que mais parece uma vivenda típica.





























sábado, 24 de janeiro de 2009

arte com uma única folha de papel




















enviado por carla santos

the children's war

hoje foi mais um dia de museu!
a luísa está em portugal por motivos familiares e a xana foi para bath para a festa de natal do atelier (que devido à crise foi adiada para janeiro) e deve estar a esta hora a curtir que nem uma doida na festa temática dos punks. muito gosta esta gente de se mascarar!
bem, resumindo, fiquei eu e o molas a guardar a casa (e o bendito rato, claro!) e hoje resolvemos ir ver uma exposição que eu já andava a namorar há algum tempo.
the children's war é uma exposição do imperial war museum sobre as crianças evacuadas de londres para o interior durante a segunda guerra mundial. esta evacuação começou a 1 de setembro de 1939, dois dias antes da declaração oficial do início da guerra. em 1940 60% das crianças (que entretanto ficaram em instituições e famílias de acolhimento) já tinham sido devolvidas às famílias.

























































































para além de todos os testemunhos, fotografias e objectos da época, a exposição faz a recriação de um abrigo (shelter) e de uma casa da época que está muito engraçada. organizado e aproveitado como é este povo, construiram abrigos em ferro nas salas que se tornaram em mesas de jantar. inteligente e muito práctico!
como recordação, podemos trazer para casa um caderno de racionamento (deve ser semelhante aos cubanos) ou um livro de como sobreviver à guerra no que diz respeito a reutilização de roupa ou mesmo de receitas ultra mega económicas.
o dia esteve geladinho, o museu estava cheio, o metro também e por fim o soho (definitivamente a melhor zona para se jantar em londres) onde jantamos num buffet vegetariano. na volta a casa ainda assistimos à actuação dos bombeiros e da polícia num prédio que estava a arder (um valente aparato!), que originou o corte de trânsito em tottenham e por isso ainda demos um salto à foyles (uma livraria gigante onde uma vez eu e a xana nos perdemos do molas!) e ao supermercado para comprar doces e vinho =)

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

boy with a smoking habit

pois é! último escândalo de londres: mãe presa porque filho já fuma.
parece estranha a notícia, até percebermos que o filho é uma criança de três anos.
acusada perante o tribunal por uma amiga que filmou com o telemóvel a criança a fumar, a mãe (de 24 anos) defende que não viu o sucedido porque estava ao telefone. a verdade é que a filmagem mostra a criança a pegar num cigarro e num isqueiro e a acendê-lo com a maior naturalidade, como se fumasse há anos.
a acusação realçou o facto de os pulmões da criança ainda não se encontrarem totalmente desenvolvidos, o que podia causar danos maiores do que nuns pulmões adultos.
mas alguém precisa de factos ou de explicações?
daqui resultaram 40 semanas de prisão.. então e apoio psicológico à mãe? e uma lavagem cerebral?
eu não sou de todo a favor da violência.. mas há situações que não lembram a ninguém.

al-qaeda warns britain of reprisals over israel

um membro líder da al-qaeda falou em ataques a inglaterra em retaliação à ofensiva de gaza.
abu yahya al-libi disse num vídeo publicado por um website islãmico que o país deve 'pagar o preço dos seus crimes históricos' assim como outros países ocidentais como os estados unidos. 'façam-nos provar a amargura da guerra, a tragédia dos desalojados e a miséria do horror'. al-libi, que se pensa escondido na fronteira entre o paquistão e o afeganistão, também elogia os 'heróis' que levaram a cabo o ataque de bombaim, onde morreram 183 pessoas.
é uma porra viver num sítio onde qualquer confusão no metro nos faz de imediato pensar em ataques terroristas e nos tenta logo a mandar uma mensagem para 'casa' a dizer que estamos bem. apesar das hipóteses de qualquer coisa acontecer em londres serem altas (provavelmente, logo a seguir a ny) a probabilidade de estar no sítio errado à hora certinha não deve ser assim tão elevada. e a verdade é que a pensar assim não punhamos o pé na rua! e a banheira é até um sítio comum para morrer! por isso.. há que não pensar no assunto.
de qualquer maneira, pensando no avião que amarou há poucos dias, há experiências que não nos devem dar vontade de ser repetidas =)

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

uma história curiosa

shoichi yokoi foi um soldado japonês que se tornou mundialmente conhecido ao ser encontrado escondido na ilha de guam, 27 anos após o término da segunda guerra mundial.
o soldado foi alistado no exército imperial japonês em 41 e enviado pouco depois à ilha, no oceano pacífico, ocupada pelos japoneses após o ataque a pearl harbor, que deu início ao conflito naquela região. quando os norte-americanos recuperaram a ilha em 1944, yokoi embrenhou-se na selva para evitar a rendição às tropas inimigas.
nos primeiros tempos em que se manteve escondido caçava à noite, usava as plantas nativas da ilha para fazer roupas, forros, cama e conservadores de alimentos, que escondia na caverna que passou a habitar. shoichi temia ser morto caso caísse nas mãos dos habitantes de guam, devido ao tratamento dispensado à população civil da ilha pelos japoneses durante a guerra e por isso, 28 anos escondeu-se numa gruta no terreno de uma parte desabitada da ilha evitando ser descoberto e recusando-se a entregar-se mesmo após achar folhetos que anunciavam o fim da guerra (temendo que fosse publicidade enganosa do inimigo).












na tarde de 24 de janeiro de 1972 foi descoberto nas matas de talofofo por caçadores locais que o capturaram, carregando-o para fora da selva com algumas contusões.
'foi muito constrangedor para mim ter retornado com vida', disse yokoi ao chegar de volta a seu país, com seu rifle de combate a tiracolo, numa frase que se tornaria um ditado popular no japão.
o seu aparecimento, quase trinta anos após o fim da segunda guerra mundial transformou-o numa celebridade mundial. em 1977 foi tema do documentário de sucesso 'yokoi and his 28 years of secret life on guam'.
em 1991, aos 75 anos de idade e 19 após seu reaparecimento, foi recebido em audiência pelo imperador do japão, akihito, ocasião para a qual chegou a preparar um discurso de arrependimento.
yokoi morreu em 97, aos 82 anos, de ataque cardíaco em nagoia, e foi enterrado na mesma campa da mãe, que ali etava desde 1955, quando ele era ainda um solitário soldado escondido nas selvas de guam.

domingo, 18 de janeiro de 2009

o cardeal e o muçulmano

a frase 'casar com um muçulmano é meter-se num monte de sarilhos que nem alá sabe onde é que acabam!' podia bem ser tirada de um sketch dos nossos queridos 'gatos'. a verdade é que falando no assunto imagino logo o ricardo araújo pereira numa qualquer personagem irónica e carregada de traumas de infância a desbaratar contra tudo e todos.
é de facto vergonhoso, na minha opinião, que uma personalidade como o d. josé policarpo venha com este tipo de afirmações para a praça pública. mas depois da ameaça da transferência da concessão de 'fátima' para o domínio vaticano devido à permissão que deram a dalai lama para ir rezar no santuário.. já nada me espanta no mundo cristão (que deixei há muito de perceber o que significa).
a verdade é que se não me apanham nestas andanças.. nas bandas do islamismo é que não será conceteza!
e, mesmo sem nunca conseguir concordar com as palavras do sr policarpo (que devia procurar preocupar-se com a sua própria casa, cheia de enganos e mal entendidos), consigo concordar que 'cair' numa família islãmica conservadora não deve ser grande almoço.
há cerca de um mês, em conversa com uma amiga islãmica proveniente da indonésia, soube que ela estudou num colégio privado islãmico (apesar de não pertencer a uma família de todo das mais conservadoras) em que para além de ser obrigada a usar as tais vestes (é-lhes permitido apenas mostrar a cara e a palma das mãos) não podia jogar à bola com os rapazes. como ela não 'simpatizava' com nenhuma destas (no meio de outras tantas) por várias vezes foi levada ao reitor por ter sido apanhada a jogar e, pior, com versões de saias até ao joelho. porque como não conseguia jogar decentemente com as vestes fazia versões mais curtas com uma tesoura.
a parte pior (e também motivo para umas quantas visitas à autoridade máxima) era que nas horas de rezar (eles rezam cinco vezes diárias obrigatórias e depois mais umas quantas opcionais) ela utilizava frequentemente a mesma desculpa para não o fazer. pelos vistos a mulher menstruada não é autorizada a rezar (what the fuck? não é este um símbolo de fertilidade e de uma das maravilhas da vida?).
bem, a verdade é que ela lá se desculpava com o assunto. mas eles, não contentes, tinham a brigada de verificação. sim.. elas eram revistadas de algum restício sanguíneo e.. caso não houvessem armas de destruição massissa.. lá iam ao castigo.
acho que o problema é mesmo meu, e não das religiões. eu que tenho 'cá um feitio', segundo a minha mãezinha e que sou 'intolerante nas minhas posições feministas', segundo o bruno.
com a primeira sou realmente obrigada a concordar, embora não de animo leve. mas a segunda chamo-lhe mais defesa dos direitos humanos e da igualdade.
ao menos graças (?) ao sr policarpo fui ler umas coisas sobre o mundo muçulmano, coisa que tinha feito muito pouco até hoje e descobri umas coisas engraçadas..
.'em muitas ocasiões as suas opiniões (da mulher) foram respeitadas e seguidas por se verificarem acertadas e oportunas, mesmo em situações de extrema delicadeza e gravidade'
uau, que queridos, não são?
.'quando falam da mulher, perguntam se ela é 'prometida'. e não é assim que acontecem os casamentos. eu conheci o meu marido aos 14 anos e nós nos apaixonamos. eu fiquei noiva aos 16 e casei aos 18'
que pressa! não fosse o noivo rebentar a qualquer momento..
.'se no alcorão está escrito que o testemunho da mulher vale metade do testemunho do homem, eu acato. não estarei sendo submissa ao homem, mas a deus'
quem é que escreveu o alcorão? terá sido.. um homem, não?
.'o uso do véu não é uma invenção do islão, como muitos podem imaginar. faz parte da religião cristã que a mulher traje o véu, de acordo com a própria bíblia. já no islão a muçulmana cobre todo o corpo com excepção do rosto e das mãos, vestindo uma roupa não apertada e não transparente'
eu então alternaria um dia de pai natal e outro de teletubbi!
.'está no alcorão que toda a mulher muçulmana deveria se cobrir com seus véus porque é mais conveniente para que não sejam molestadas'
mas nunca ninguém no ocidente se lembrou de resolver os problemas de violação? que incompetentes!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

marvel


















a hero's welcome: you might think he has enough fans but barack obama can count on a new one - spider-man. the president elect joins forces with spidey in a special edition of the comic to mark his inauguration (...). mr obama is said to be a massive fan of the character.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

fly london

de rodinhas numa mão e bilhete na outra deixo mais uma vez para trás o quente português da lareira de mem-martins. deixo uma dor de cabeça curada que me tira 50kg de cima (em cima dos que londres me tem oferecido). deixo carantonhas tristes por não me porem a vista em cima. deixo a promessa de uma estadia mais prolongada para breve.
levo um carregamento de doces para aquela gente que come tudo menos o que deve. levo a sensação que passou apenas um par de dias desde que aterrei a última vez. levo uma lista de objectivos (às vezes lá dizes alguma coisa de jeito!). e levo com a maldita sandes da tap, mas a este problema não há mesmo fuga (e o vinho sempre empurra!)

see u soon.

de volta a londres

nada melhor para uma pobre alma que está a iniciar a preparação psicológica para aterrar e enregelar no mesmo instante, do que a bela notícia de que acabou de nevar (outra vez) por terras de sua magestade!
não há casacos que me alegrem a alma (ou os ossos), por isso só resta esperar que o saint peter (são pedro londrino) seja meu amiguinho e me receba pelo menos com os 4 graus de máxima que têm estado. o que não vai de todo acontecer visto que chego quase à meia noite, portanto se os graus ao menos estiverem positivos já vai ser uma sorte!

feliz dia dos reis!

domingo, 4 de janeiro de 2009

merry (mary) christmas and a happy new year!

depois de perder a esperança de recuperar o meu blog, hoje ganhei coragem para recomeça-lo.
confesso que ia tendo um colapso cardiaco no segundo em que percebi que o tinha assassinado (foi homicidio puramente involuntário!) e ainda nem decidi se vou tentar recuperar os posts antigos, ou se vou simplesmente continuar como se nada de terrivelmente assustador tivesse acontecido..
a verdade é que estava já com nervoso miudinho por não ter onde escrever e.. aqui estou.
um óptimo ano para todos!